Notícias

Amzop reúne prefeitos e lideranças para tratar sobre o agravamento da estiagem

Postado dia 05/01/2022

Amzop reúne prefeitos e lideranças para tratar sobre o agravamento da estiagem

A grande maioria de municípios da área de abrangência da AMZOP já decretaram situação de emergência alguns inclusive com o decreto já homologado pela defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul. No Estado já são mais de 76 municípios que estão enfrentando o mesmo drama.

A maior associação de municípios do Estado do Rio Grande do Sul a AMZOP, reunirá prefeitos e lideranças regionais para debater o agravamento da estiagem na região da produção, seus impactos e a busca por alternativas que possam socorrer principalmente os setores agrícola e agropecuário.

O encontro acontecerá na cidade de Palmeira das Missões nesta quinta-feira 06 de janeiro as 14 horas, nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores sendo promovido pela AMZOP, Administração Municipal de Palmeira das Missões, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Sindicato Rural.

O presidente da AMZOP, prefeito de São Pedro das Missões, Antônio Reginaldo Ferreira da Silva, destaca que o momento é de extrema preocupação para os gestores públicos, não apenas com o prejuízo deixado pelos efeitos avassaladores do sol forte e a ausência de chuva, como também as medidas de socorro que precisam ser tomadas no dia a dia para auxiliar os produtores.

A grande maioria de municípios da área de abrangência da AMZOP já decretaram situação de emergência alguns inclusive com o decreto já homologado pela defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul. No Estado já são mais de 76 municípios que estão enfrentando o mesmo drama.

O presidente da AMZOP adianta que já foi solicitado um levantamento das perdas na área agrícola para a Emater/RS/Ascar e que a AMZOP representando sues 43 municípios buscará socorro junto ao Governo do Estado e ao Governo Federal, à medida que os Municípios já estão realizando um grande esforço para abastecer as propriedades rurais principalmente com água para o consumo humano e dos animais.

Antônio Reginaldo Ferreira da Silva não descarta a possibilidade de um decreto coletivo de emergência abrangendo toda a área da AMZOP. “Desta forma a reunião de quinta-feira será decisiva para a tomada de decisão de forma coletiva para o enfrentamento de mais esta situação extremamente difícil”, resume o presidente da Associação.

 

Fonte/ foto: Assessoria Amzop

 

Martinho
Francisco.

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul