Notícias

Justiça determina suspensão das aulas presenciais em escolas públicas e privadas no RS

Postado dia 01/03/2021

Justiça determina suspensão das aulas presenciais em escolas públicas e privadas no RS

Medida tomada na noite deste domingo, 28 de fevereiro, vale até que a bandeira preta esteja em vigor no Estado

A retomada das aulas presenciais – autorizadas pelo governo do Estado para o ensino infantil e primeiros e segundos anos do ensino fundamental – está suspensa no Rio Grande do Sul. A decisão é da Juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman, da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, em ação civil pública ajuizada pela Associação Mães e Pais pela Democracia (AMPD) e CPERS/Sindicato contra o Estado do Rio Grande do Sul.

Na decisão tomada na noite de domingo, 28 de fevereiro, a magistrada determina que a suspensão seja válida para a rede pública e privada no Estado e vigore até que a bandeira preta esteja em vigor no modelo de distanciamento controlado. No texto da sua decisão, a juíza cita a crítica situação da pandemia no momento, como base para a decisão.

“Os números são completamente alarmantes e a previsão dos profissionais de saúde não é de diminuição dos contaminados em um futuro próximo, mas o agravamento desses números por todo o Estado. Não se sabe ao certo a razão, se em virtude das novas cepas do vírus da Covid-19 que estão sendo disseminadas ou se pelo número de aglomerações de pessoas ocorridas no carnaval. O fato é que no momento há um aumento expressivo no número de doentes e a escassez de leitos hospitalares para tratamento", destaca Rada Maria Metzger Kepes Zaman.

Por outro lado, o Sindicado do Ensino Privado no RS (Sinepe-RS), contesta a decisão e informa que as escolas sejam notificadas antes de cumprir a determinação.

 

Com informações de O Alto Uruguai

Foto: Sinepe – RS/ Divulgação

 

 

 

Martinho
Francisco.

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul