Notícias

Produtores iniciam a comercialização de uva no Médio Alto Uruguai

Postado dia 24/11/2020

Produtores iniciam a comercialização de uva no Médio Alto Uruguai

Região caracterizada pela maturação antecipada da fruta por conta do microclima diferenciado também sofre com os efeitos da estiagem

A região do Médio Alto Uruguai, localizada no Norte gaúcho, conta com um diferencial a mais na maturação das frutas e, por isso, é possível encontrar uvas à venda já no mês de novembro. Conforme explica o enólogo Nivaldo Potrich, que atua em Ametista do Sul/RS, o microclima quente da região propicia a antecendência da maturação se comparada as demais áreas do Estado, o que contribui para a comercialização antecipada da fruta. No entanto, nesta safra, a quantidade e a qualidade da fruta está comprometida em virtude das advesidades climáticas que atingiram a cultura, especialmente a estiagem, que segue assombrando viticultores da região.

– Neste ano pode-se dizer que a maturação está sendo forçada por conta da falta de chuva e da alta temperatura – salienta Potrich.

Alpestre

No município a colheita da variedade Vênus foi iniciada há mais de 20 dias. O engenheiro-agrônomo e extensionista rural, Clair Bertussi, da Emater/RS-Ascar, adianta que nos próximos dias a comercialização da Niágara rosada também deve começar. 

Ainda segundo o engenheiro-agrônomo, em meados do Natal, estima-se que a variedade Bordô já esteja apta para a produção de vinhos e sucos. A uva mais tardia no município é a Servilar, em que a vindima está programada para o início de janeiro. Bertussi revela que uma redução da produtividade é esperada devido ao fenômenos climáticos que atingiram a safra deste ano.

– No início da safra sofremos com a geada, principalmente na cultivar Vênus. Depois, a variação climática excessiva, sobretudo, no estágio do florescimento fez com que registrássemos um grande abortamento, especialmente na Bordo. Isso tudo fez com o cachos fossem poucos, ralos e de baixa produção – explica. 

Planalto

Nesta safra são 420 hectares em produção no município, que vive um momento de apreensão sobre a cultura devido a estiagem. O técnico-agropecuário e extensionista rural, Doraci Bedin, da Emater/RS-Ascar conta que, atualmente, já está prevista uma perda de 35% na produção e alerta que o quadro pode se agravar.

– Não sabemos o que virá pela frente, mas se a falta de chuva persistir podemos registrar uma perda acima de 50% na cultura. Estamos alimentando uma esperança de chuva, mesmo que de 20 mm, para que possamos conter as perdas – ressalta Bedin.

Por lá, a primeira variedade a ser colhida é a Niágara. O técnico-agropecuário explica que o ciclo curto dessa uva possibilita uma colheita mais precoce, mas revela que neste ano a vindima vai ocorrer nos primeiros dias de dezembro.

Frederico Westphalen

Em Frederico Westphalen/RS alguns produtores já possuem a variedade Vênus para venda. A cultivar é precoce e a poda feita de modo correta viabiliza a colheita da uva em meados de novembro. 

– Neste ano, devido a estiagem, esse processo foi antecipado – revela o engenheiro-agrônomo e extensionista rural, Mateus Stefanello, da Emater/RS-Ascar.

Os viticultores frederiquenses possuem uma área total de cerca de 26 hectares destinada ao cultivo comercial. Segundo Stefanello, a produção em anos normais costuma ficar entre 12 ton. a 15 ton. por hectare, mas devido ao estresse hídrico deste ano, o número pode cair pela metade.

– Temos produtores muito afetados, com videiras praticamente mortas ou com desenvolvimento precário dos cachos – conta o engenheiro-agrônomo.

Stefanello revela, ainda, que as variedades comumente cultivadas no município são a Bordô, uva utilizada normalmente na produção de vinhos e sucos e a Niágara, tanto rosé quanto branca, para a venda in natura, além de outras cultivares produzidas em menor escala.

Conforme informações do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, os maiores produtores de uva do Médio Alto Uruguai são os municípios de Planalto, Alpestre e Ametista do Sul.

 

 

Fonte: Samuel Agazzi e Rafaela Rodrigues | Novo Rural

Martinho
Francisco.

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul