Notícias

Leite propõe nova mudança aos prefeitos

Postado dia 29/07/2020

Leite propõe nova mudança aos prefeitos

Se houver unanimidade entre os gestores de cada região, eles poderão adotar os parâmetros da bandeira anterior mais flexível

Quase 80 dias após a entrada em vigor do sistema de distanciamento controlado, o governo do Estado tenta manter uma coesão nas políticas de enfrentamento à pandemia. Para frear os recursos a cada rodada de bandeiras e evitar a proliferação de medidas independentes adotadas nas prefeituras, a ideia é permitir que os municípios decidam entre si, dentro de cada região, se obedecem às regras mais restritivas de isolamento social.

Ciente da disparidade de iniciativas e da recusa de alguns em seguir os parâmetros mais severos de quarentena, o governo do Estado pretende editar uma atualização no decreto que rege o modelo de bandeiras. A ideia é conceder mais liberdade de ação aos municípios, sem comprometer os indicadores técnicos que norteiam o sistema.

Pela proposta entregue à Famurs na segunda-feira, 27, fica extinta a possibilidade de recurso ao gabinete de crise, que toda segunda-feira muda o mapa de risco do Estado. Se houver unanimidade entre os prefeitos de cada região, eles poderão adotar os parâmetros da bandeira anterior mais flexível. Se não for possível obter consenso, fica estabelecida a bandeira determinada pelo governo.

A proposta é um avanço em relação à sugestão da semana passada, quando o governador Eduardo Leite não exigia consenso entre os prefeitos, deixando a decisão de obediência a cargo das associações regionais dos municípios. A proposta foi rejeitada pelas entidades.

 

 

Com informações de O Alto Uruguai

Martinho
Francisco.

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul