Notícias

Homenagem polonesa em Planalto

Postado dia 13/01/2020

Homenagem polonesa em Planalto

Karol Józef Wojtyła, Papa João Paulo II, ganhou uma estátua na cidade

Um dos berços da comunidade polonesa na região – cerca de 35% da população tem origem ou alguma descendência –, o município de Planalto, por meio da etnia, rendeu uma homenagem ao Papa São João Paulo II. Uma estátua, considerada a segunda maior do Brasil, foi erguida em área antes pertencente à prefeitura.

O vice-prefeito de Planalto, Gabriel Olkoski, explica que o espaço público, que conta com área verde, já foi concedido pela prefeitura para o uso por entidades, como grupo escoteiro, associação dos motoristas, entre outras, que tinham a responsabilidade de cuidar do local. Por último, por meio de projeto de lei encaminhado e aprovado pela Câmara de Vereadores, foi cedido, em forma de comodato, à Braspol.

Assim, os poloneses, além de cuidarem do local, construíram a sede da entidade, uma casa no estilo polonês e ergueram a estátua onde ocorre uma festa, no dia 13 de abril, dia do município. Já no último domingo de outubro, é realizada procissão em honra a São João Paulo II, uma das maiores celebrações realizadas em Planalto.

Sobre o Santo

São João Paulo II nasceu no dia 18 de maio de 1920, em Wadowice, na Polônia. Foi batizado com o nome de Karol Wojtyła. Em outubro de 1942 entrou no seminário de Cracóvia clandestinamente, por causa da invasão comunista em seu país, e no dia 1º de novembro de 1946, foi ordenado sacerdote. Em 4 de julho de 1958, o Papa Pio XII nomeou-o bispo auxiliar de Cracóvia.

Tendo em vista sua espiritualidade marcadamente mariana, Karol escolheu como lema episcopal a conhecida expressão “Totus tuus”, de São Luís Maria Grignion de Montfort, grande apóstolo da Virgem Maria. A ordenação episcopal de Wojtyla foi em 28 de setembro do mesmo ano. No dia 13 de Janeiro de 1964 foi eleito Arcebispo de Cracóvia. Em 26 de junho de 1967 foi criado Cardeal por Paulo VI. Na tarde de 16 de outubro de 1978, depois de oito escrutínios, foi eleito Papa.

A espiritualidade mariana do grande São João Paulo II o levou a uma vida inteiramente dedicada a Deus, principalmente, os seus mais de 25 anos de pontificado, um dos mais longos da história da Igreja. Ainda seminarista, um livro clássico de espiritualidade mariana o ajudou a tirar as dúvidas que tinha em relação à devoção à Nossa Senhora e à centralidade de Jesus Cristo na vida e na espiritualidade católica.

São João Paulo II faleceu em 2 de abril de 2005. No dia 28 do mesmo mês, o Papa Bento XVI dispensou o tempo de cinco anos de espera após sua morte para iniciar a causa de beatificação e canonização. A causa foi aberta oficialmente pelo Cardeal Camillo Ruini, vigário geral para a Diocese de Roma, em 28 de junho de 2005. O Papa Bento XVI o beatificou em 1º de maio de 2011 e o Papa Francisco o canonizou, junto com João XXIII, em 27 de abril de 2014.

No dia 22 de outubro, a Igreja Católica celebra o dia de São João Paulo II. A data foi estabelecida pelo Papa Francisco, por simbolizar o dia em que Karol Wojtyla celebrou sua primeira missa como Pontífice, em 1978, iniciando seu pontificado.

 

 

Com informações de Márcia Sarmento/ Folha

Foto: David Kliemann/Divulgação

Martinho
Francisco.

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul