Notícias

Comitiva de Moçambique visita Ametista do Sul

Postado dia 19/06/2019

Comitiva de Moçambique visita Ametista do Sul

A comitiva esteve no município para conhecer o trabalho da cooperativa Coogamai

Na última semana a Cooperativa dos Garimpeiros do Médio e Alto Uruguai (Coogamai), recebeu uma visita internacional. Uma comitiva da República de Moçambique, país localizado no sudeste do Continente Africano, esteve em Ametista do Sul, para conhecer o trabalho da Cooperativa.

A comitiva formada por representantes do Governo de Moçambique e da Organização de Cooperativas daquele país, buscou conhecer na prática a atuação da Coogmai, indicada como modelo no setor de mineração, pela Organização das Cooperativas do Brasil (OCB).

Os visitantes foram recebidos pelo presidente Isaldir Antônio Sganzerla e o corpo técnico da Cooperativa e obtiveram todas as informações e esclarecimentos sobre a atuação da entidade, destacando que pretendem implantar em Moçambique uma Cooperativa semelhante.

“É extremamente gratificante ver que a Coogamai atingiu este patamar de referência a nível de País e também internacional, praticamente todas as semanas estamos recebendo comitivas de vários estados e também do exterior para conhecer o trabalho organizado e cooperado com viés sustentável na mineração, desenvolvido aqui em Ametista do Sul”, salienta Sganzerla.

Em maio a Cooperativa recebeu a visita de uma comitiva de técnicos e geólogos da Universidade Federal do Pará. Também integraram o grupo agrônomos, químicos e pedagogos, além de um representante da Agência Nacional de Mineração (ANM), gerência do Rio Grande do Sul, engenheiro de minas, Rubens e uma doutoranda da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Claudete Gindri.

Segundo os técnicos, o objetivo da visita foi conhecer os trabalhos da Coogamai e entender um pouco mais sobre o case de sucesso da primeira Cooperativa de Garimpeiros do Brasil, atuante desde 21 de junho de 1990. Os geólogos também manifestaram muito interesse em conhecer os trabalhos direcionados a rochagem e remineralização de solo, onde é utilizado o pó de rocha vindo do rejeito, com o objetivo de promover o reaproveitamento e a sustentabilidade do garimpo. (Edevaldo Stacke/Ascom Coogamai).

 

Com informações de Infoco RS

Martinho
Francisco

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul