Notícias

Caso Bernardo: primeiro dia do júri popular

Postado dia 12/03/2019

Caso Bernardo: primeiro dia do júri popular

Delegadas Caroline Bamberg Machado e Cristiane de Moura e Silva Braucks foram ouvidas na segunda-feira, 11

Com um forte esquema de segurança, o Fórum de Três Passos sedia o julgamento dos quatro réus acusados pela morte de Bernardo Boldrini. O pai, Leandro Boldrini, a madrasta Graciele Ugulini, Evandro e Edelvânia Wirganovicz respondem por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsidade ideológica (este, apenas Boldrini). O júri popular é conduzido pela juíza Sucilene Engler Werle, titular da 1ª Vara Judicial da cidade situada Noroeste do Rio Grande do Sul.

O primeiro dia de julgamento foi marcado pelo depoimento de duas testemunhas, as delegadas Caroline Bamberg Machado (presidente do inquérito) e Cristiane de Moura e Silva Braucks (delegada regional), que trabalharam no caso. Ambas foram arroladas pelos três promotores do Ministério Público (MP) e pelos advogados de defesa dos quatro réus. A sessão encerrou por volta das 21 horas, tendo mais de oito horas de duração, além do período em que ocorreu a escolha dos jurados – pela parte da manhã.

O júri popular terá prosseguimento na manhã desta terça-feira, 12. O início está previsto para às 9 horas. As demais testemunhas deverão ser ouvidas, assim como estima-se que também seja iniciado os depoimentos dos réus. A expectativa é que o julgamento tenha duração de uma semana.

 

 

Com informações de O Alto Uruguai

Foto: Leonardo Carilini

Martinho
Francisco

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul