Notícias

Sistema Alternativo de Ensino “Aprende Brasil” será implantado em Alpestre

Postado dia 07/02/2019

Sistema Alternativo de Ensino “Aprende Brasil” será implantado em Alpestre

Projeto busca a qualificação da educação do município

A Câmara Municipal de Vereadores de Alpestre aprovou e autorizou o Poder Executivo Municipal a implantar o sistema alternativo no ensino municipal denominado “Aprende Brasil”, através da Editora Positivo.

A implantação do sistema alternativo de ensino visa atender a estimativa de aproximadamente 700 alunos da rede municipal, e estudos foram desenvolvidos pela equipe técnica da Secretaria de Educação levando-se por base o PPP- Projeto Político Pedagógico do município.

O sistema que se pretende implantar é constituído por cinco pilares:

1 – Livros didáticos integrados para alunos e professores;

2 - Plataforma virtual de aprendizagem com conteúdos educacionais  e acesso por meio de senhas individuais para alunos, familiares, professores, coordenadores, diretores e gestores;

3 – Assessoria pedagógica compreendendo serviço de informação continuada para equipe técnico-pedagogica e docente, com cursos de implantação de atendimentos pedagógicos personalizados, bem como cursos de metodologia nos eixos do conhecimento, áreas do conhecimento e informática educativa;

4 – Sistema de avaliação que compreende ferramenta de avaliação de aprendizagem, com testes on line aplicados no segundo semestre, nas áreas da língua portuguesa, matemática e ciências, exclusivamente para alunos do 4° e 8° anos (em anos pares) e 3° e 7° anos (em anos ímpares), contemplados com o sistema de ensino;

5 – Sistema de monitoramento educacional que trata-se de ferramenta de acompanhamento da gestão e dos resultados educacionais do município.

Esses produtos e serviços são voltados para a participação da comunidade escolar visando o aperfeiçoamento e a qualificação dos professores para a excelência na educação com a intenção de que os alunos atinjam melhores resultados.

O custo do sistema completo varia de acordo com a faixa etária do aluno e pode chegar a R$ 460,00 por aluno ao ano, o que, no caso chegaria a um investimento em torno de R$ 320.000,00. Vale lembrar que esses valores representam apenas uma estimativa e nessa estimativa, é considerado uma margem excedente para eventuais novas matrículas.

Segundo o Secretário de Educação, Gunter Ianssen, a idéia de implantar um sistema novo de ensino partiu do anseio de que Alpestre precisa algo mais na educação, algo novo para melhorar a qualidade de ensino e mexer nos índices de educação. Diligências foram realizadas pela Secretaria de Educação e em contatos com outros municípios, que já dispõe implantado o referido sistema alternativo, as informações recebidas são de que houve evolução positiva nos seus sistemas de ensino.

 

 

 

Martinho
Francisco

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul