Notícias

Inter vence Princesa do Solimões por 2 a 0 e avança na Copa do Brasil

Postado dia 16/02/2017

Inter vence Princesa do Solimões por 2 a 0 e avança na Copa do Brasil

Colorado encara o Oeste na segunda fase da competição

O Inter não jogou bem, mas fez o suficiente para vencer o Princesa do Solimões por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico Regional, de Cascavel. Os gols foram marcados por Valdívia e Brenner, dois jogadores que saíram do banco de reservas para ajudar a equipe de Antônio Carlos Zago a bater os amazonenses. Agora, o Inter enfrentará o Oeste-SP, que ontem eliminou o Friburguense-RJ. O jogo único está marcado para 1º de março, no Beira-Rio. Em caso de empate, a decisão da vaga será por cobranças de pênaltis.

Apesar da diferença entre os times, o primeiro chute a gol foi dos amazonenses. Weverton bateu em curva, da entrada da área, e Danilo Fernandes defendeu com firmeza. Aos poucos, porém, o Inter tomou conta do meio-campo, mas pouco perigo levou até o gol de Rascifran. Apesar de o Princesa ser um time de Série D, a equipe de Antônio Carlos Zago não tinha força para empurrar o adversário. Talvez isso seja o mais grave neste começo de ano. O Inter parece um time sem confiança para tentar algumas jogadas e poucos arriscam o chute a gol.

Apesar do apoio de pouco mais de 10 mil colorados nas arquibancadas, o primeiro tempo começava a se arrastar, com um Inter chegando vagarosamente à frente e permitindo alguns contra-ataques amazonenses. Em uma destas investidas, o meia-atacante Diego desarmou Marinelson, que estava entrando livre na área. Aos 32, gol do Inter: Paulão, de cabeça. Mas o árbitro anulou, marcando saída de bola na cobrança de escanteio. Em seguida, Carlos derrubou Clemilton dentro da área. Paulo Roberto Alves apitou apenas o tiro de meta.

Aos 42 minutos, Carlinhos acertou uma bicicleta, para fora. Em seguida, Diego passou pelo goleiro e encontrou Carlos, que chutou errado e perdeu o gol. Com uma lesão muscular, Klaus foi substituído por Ernando. Ao final do primeiro tempo, silêncio nas arquibancadas, sem vaias em Cascavel, apesar do fraco futebol apresentado.

No segundo tempo, com Valdívia no lugar de Diego, o Inter tentou se classificar com uma vitória e não dependendo de um constrangedor empate com o Princesa. Mas o que se viu foi o time da Série D investindo em uma sequência de ataques, que por pouco não fez o Inter passar vergonha.

O sofrimento colorado durou até os 15 minutos do segundo tempo, quando o Princesa pareceu cansar. D'Alessandro encontrou Valdívia na área, que dominou e desviou na saída de Rascifran. O gol gerou alívio nas arquibancadas e em campo. Com o time amazonense cansado e sem condições de voltar ao ataque, o Inter tratou de administrar a partida.

Aos 36 minutos, D'Alessandro encontrou Brenner na área. Como um centroavante, algo que o Inter necessita com urgência, o ex-Juventude matou no peito e bateu sem chances para Rascifran. O 2 a 0 ao menos evitou que os colorados saíssem constrangidos do estádio. No domingo, o Inter voltará ao Gauchão, diante do Passo Fundo, no Vermelhão da Serra.

Fonte/Rádio Gaúcha

Martinho
Francisco

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul