Notícias

Postado dia 15/02/2017

"Às vezes, os times têm mais medo de perder do que vontade de vencer", diz Maicon sobre Gauchão

Volante explicou fatores que dificultam a produção de jogadas ofensivas

Neste começo de 2017, o Grêmio ainda não mostra o mesmo futebol que o fez chegar ao título da última Copa do Brasil. Por quê? Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, o volante Maicon deu um interessante ponto de vista a respeito do assunto. 

Ao falar mais especificamente sobre o Gauchão, o capitão tricolor analisou a postura dos adversários. E, para isso, fez uma breve comparação com o Paulistão.

"Em São Paulo, as equipes por terem mais jogadores que já jogaram em times grandes já fazem um jogo mais aberto, mais claro. Aqui, pelo histórico de competição mais pegada, as equipes vêm muita fechadas, começam a amurrinhar, cair, tiro de meta do goleiro demora cinco minutos, aí na nossa vez, se o goleiro demora, o árbitro quer dar cartão... São coisas que dificultam ainda mais", falou, e prosseguiu: 

"Se você vier para jogar, jogar igual, esquecer arbitragem, não é por ser de menor expressão que não pode ganhar. Pode ganhar. O Caxias não ganhou da gente? Ali são 11 contra 11, torcida não entra, então é mais na base da coragem. Falo porque joguei no Madureira e fui até a final da Taça Rio e jogando de igual para igual. Então, vejo que às vezes os times têm mais medo de perder do que vontade de vencer. Acaba ficando um jogo chato e, como a gente tem que propor jogo, acaba não produzindo o que sabe. De repente, jogar com uma equipe do tamanho da nossa, onde as duas atacam, a gente produz mais — falou."

Fonte/Rádio Gaúcha

Martinho
Francisco

Saiba mais sobre o apresentador

Ir para o site

Programa Eu Sou do Sul